Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

30 de jun de 2012

Jim Root estoura apêndice e é afastado do Slipknot!

Jim Root, guitarrista do Slipknot

Uma preocupante notícia sobre James Root: o guitarrista adoeceu e acabou estourando o apêndice sendo necessária intervenção cirúrgica e repouso. A doença foi diagnosticada devido ao grave estado de saúde de Jim, que foi levado ao hospital onde foi constatado o rompimento de seu apêndice. Devido à sua delicada situação, o guitarrista foi afastado do Slipknot e do Mayhem Festival, que ocorrerá hoje (01/07/06) em San Bernardino. 


Aproximadamente as 22h, horário dos EUA (0h, horário de Brasília), o Slipknot publicou em seu site oficial um comunicado sobre o estado de saúde de Jim. 

(PRINT SCREEN)

"Lamentamos anunciar que o nosso irmão, Jim Root, não estará se apresentando com a gente no Mayhem hoje em San Bernardino devido à graves problemas de saúde. Jim ficou seriamente doente durante as duas últimas semanas e foi para o hospital na semana passada, onde foi informado de que seu apêndice havia estourado algumas semanas antes e que poderiam ter sido fatais. Jim está em casa se recuperando, aguardando cirurgia para ter partes de seu apêndice removidas, esperando voltar ao tour quando for capaz. O Slipknot vai continuar sendo o headliner do Mayhem Festival e de todos os outros shows. Nós nos recusamos a deixar nossos fãs para baixo e a perderem uma única data. Sentiremos muita falta de Jim e nossos pensamentos estão com ele. Jim envia seu amor para todos e cada um de nossos fãs".

Apesar de ter seu estado esclarecido pelo Slipknot, a banda não se manifestou sobre se haverá algum substituto para Jim no Mayhem e no restante dos shows, ou se Mick irá conduzir a guitarra sozinho. A internação de Jim também não foi relacionada ao período de gravação do novo álbum do Stone Sour, nem sobre se ele corre risco de morte, ou não. 
Espero, sinceramente, que não.

Melhoras Jim, estamos com você! 

Antennas to Hell: Analisando o álbum

Olá Maggot's! Quem acompanha o 'Domínio Maggot' já está por dentro de tudo o que já rolou sobre o 'Antennas to Hell': a liberação da pré venda no Brasil, a divulgação dos integrantes através dos vídeos publicados no Youtube, entrevistas com os membros, etc. Porém, agora que pareçe que já sabemos tudo sobre o álbum (exceto como as músicas ficaram exatamente, claro) acho que é hora de fazermos uma análise bem completa e ampla sobre o 'Antennas to Hell', a fim de concluirmos juntos nossas idéias e conceitos. O objetivo da postagem não é expor apenas as minhas opiniões, e sim a de todos nós. O propósito dessa análise é que todos opinem, que deixem seu conceito em relação ao álbum, que seja uma legítima troca de idéias. A postagem é bem grande, então vamos lá.

Inicialmente, acho que o Slipknot cometeu um pequeno erro na divulgação do 'Antennas to Hell': divulgaram, mas não esclareceram do que se tratava. Após a publicação do vídeo do Sid para o álbum, todos nós ficamos confusos sobre a natureza do vídeo, o que mesmo após o esclarecimento de que seria um novo álbum, acabou provocando uma certa divergência do que realmente se tratava, sempre tem alguém que fica pra trás e sai espalhando que tal vídeo era tal coisa que não tem nada a ver, sempre. Acho que foi único deslize do Slipknot em todo o processo publicitário do álbum.

Sobre o álbum em si, acho que os remixes ficaram realmente muito bons, passaram-me uma impressão de simplicidade, como por exemplo no vídeo do Corey, My Plague, que me passou uma voz mais amadora, mais simples do #8 e que ao meu ver, ficou melhor do que a original. Sem falar, claro, das ótimas mixagens do refrão de The Heretic Anthem, em que foi recortado o '666' e mixado em certos trechos do clipe, ficou muito bacana e bem bolado. Já sobre o vídeo do Sid, que contou com Surfacing e People=Shit, acho que todos concordamos que aquelas "travadas' em certos momentos ficaram muito bem colocadas, sem esqueçer das repetições de alguns pedaços das músicas. As mixagens do #0 em seu vídeo ficaram geniais, tanto que muita gente julga como o melhor entre todos. Sem dúvida o Sid foi mestre em ligar uma música à outra. O clipe do Joey para o 'Antennas to Hell' ficou excelente, realmente muito bom... o que me chamou a atenção foi uma base de guitarra um pouco diferente aos 0:58, sem falar que em certa parte da música, Corey fica falando apenas "eyes", do trecho "I push my fingers into my... eyes", mas com tons diferentes do começo da música e de sua voz já alta, no berro mesmo, ficou bem bacana nesse ponto, além do violino encaixado no trecho "All I've got! All I've got is insane!".

Com o vídeo do Chris, veio-me uma grande surpresa logo de cara: aquela percussão com um som "amadeirado", o pedal duplo do Joey no mesmo ritmo e o Corey cantando o refrão mas num ritmo mais lento do que a percussão, ficou inacreditável na forma como eles combinaram percussão e vocal numa mesma música, mas em compassos diferentes! Ainda sobre o vídeo do Chris, também devo destacar que foram colocados alguns efeitos bem bacanas, como um pedacinho da base de guitarra de People=Shit. Agora uma das mixagens de que mais gostei: Jim Root, com Psychosocial e Dead Memories. Novamente, ficou extraordinária a forma como eles ligaram uma música à outra, e ligaram isso às mixagens. Para mim, com certeza uma das melhores divulgações do 'Antennas to Hell', se formos opinar unicamente a música. As bases de guitarra, os trechos repetidos, os efeitos, ficou tudo simplesmente perfeito... ou quase, se não fosse aquele final de Snuff. Não que Snuff não seja boa, mas acho que tenha sido um final adequado à Dead Memories e Psychosocial. Outro vídeo que me agradou bastante foi o de Craig, porque porra, logo de cara duas músicas fodas pra caralho, Pulse Of The Maggots e Purity, mas o que matou a pau foram as versões ao vivo da segunda música, onde o Corey dizia "I wanna see everyone fucking jumping, one, two, three, yeah!" aos 0:45 com Joey conduzindo a música com os pratos de condução. Outro trecho parecido, e que também ficou muito bom foi o de Corey dizendo "This song is about a girl in a box", fazendo referência à inspiração para Purity, na sequência seguindo-se o refrão de Pulse Of The Maggots e a repetição de alguns efeitos da música, e no fim o #8 cantando o refrão de Purity na mesma condução anterior de Joey, ficou fantástico.  

Porém, no meio dos vídeos do 'Antennas to Hell', ao meu ponto de vista, um erro: Clown divulgando Snuff. Novamente, acho que não foi adequado. O Shawn, por ser um cara mais insano no palco deveria receber uma música mais a sua altura, mais insana. Ao meu ver, Snuff deveria ter ficado para o Paul, junto com Til We Die. Mas apesar desse erro, também foi um bom vídeo publicitário do 'Antennas to Hell'.

Após isso, Mick Thomson com Disasterpiece e Left Behind. O vídeo em si, a parte visual ficou perfeita: muita batida de cabeça violenta, como as que já estamos acostumados a ver nos shows do Slipknot, além da perfeita adequeção de músicas: clássicos insanos do Knot para um dos membros mais insanos e descontrolados no palco, perfeito. Mas o que vale a pena ressaltar, foi a voz do Corey no vídeo de Mick, que mais uma vez passou-me uma sensação mais amadora, mas que também ficou melhor do que a original. Os efeitos aplicados no vídeo do #7 também foram significativos e ficaram bem bacanas, apenas acho que poderiam ter ousado mais nesse sentido no vídeo dele.

Porém, foi no vídeo de Paul que ficou a maior surpresa: a fusão de duas músicas totalmente diferentes, Vermilion e Sulfur, com repetições de certos trechos e a implementação de violino, que com certeza deu um destaque admirável ao longo de toda a divulgação do baixista. Fiquei extremamente surpreso ao ver o 'Antennas to Hell' do #2 e logo de cara ouvir violino, aí logo em seguida a base de Sulfur com o magnífico prato de latão, mas a caixa num ritmo diferente, mais acelerado. Outro aspecto que também me agradou bastante no vídeo do Paul foi a repetição intercalada de trechos de ambas as músicas, ficou muito bem colocado, além da repetição da condução percussiva do Joey e dos solos também de ambas as músicas, ficou muito bom, ótimo! Tão bom quanto a do Jim, que pra mim foi a melhor.

Os vídeos e remixes do Jim, Craig e Paul ficaram os melhores, sem dúvida! Mas isso pra mim.

No geral, todos os vídeos divulgando o 'Antennas to Hell' ficaram muito bons, com exceção do Shawn que foi o que menos me agradou, devido à "má escolha da música" com ele, foi inadequado ao meu ponto de vista. Agora tudo o que nos resta é esperar o dia 24/07 até o lançamento do álbum e ver exatamente como ficou cada música incluída no CD. Espero que tenham curtido essa imeeeeensa postagem. stay maggot's!

Gifs do Slipknot [PARTE 17]

Conforme o dito na postagem anterior de 'Gifs do Slipknot', segue-se a sequência de imagens animadas da banda, com mais 15 desta vez. Espero que curtam, e fiquem ligados para a análise completa do 'Antennas to Hell' que virá posteriormente aqui no 'Domínio Maggot', certo? Abaixo, os gifs.


Gifs do Slipknot [PARTE 16]

Olá Maggot's! Chegando ao fim de mais um mês, porém para o 'Domínio Maggot' não foi um mês qualquer:      
superamos nosso número mensal máximo de postagens, que era de 35, mas já estamos na 43ª sendo esta aqui. A meta é 45 ou mais, se possível, por isso confiram na sequência mais duas partes de 'Gifs do Slipknot' com 15 imagens animadas cada.


28 de jun de 2012

Slipknot na capa da 'Revolver' de Julho!

Com o Mayhem Festival se aproximando, o Slipknot saiu na capa da revista 'Revolver' na edição de Julho. Na estampa do catálogo é possível ver Corey Taylor e Kerry King duelando sob o título de "Slayer vs. Slipknot, dentro do verão do ódio!", referindo-se à participação de ambas as bandas no Mayhem 2012, que ocorrerá nos EUA junto ao Motörhead, Anthrax entre outros grupos já confirmados. 

É possível comprar essa edição pelo site, basta clicar aqui.

(CAPA)


Cá entre nós, mas a capa ficou brutal!
Fonte: http://slipknotmexico.wordpress.com/

Corey fala sobre o Antennas to Hell e o Mayhem Festival 2012!!

Corey Taylor concedeu à Rick Florino uma entrevista exclusiva onde falou sobre o Mayhem Festival, o novo álbum do Slipknot, 'Antennas to Hell' e o 'All Hope Is Gone'.

A entrevista pode ser conferida logo abaixo, stay!

O público do Mayhem Festival não foi a primeira experiência ao vivo de All Hope Is Gone (música)?

"Sim, foi. De fato, durante o primeiro show que tocamos em Seattle, onde Sid quabrou seus tornozelos realmente tocou All Hope is Gone. Foi a única vez que tocamos ao vivo, foi muito interessante. O primeiro show é sempre o que você está tentando encontrar o ritmo do que fazemos ao vivo. Por alguma razão, eu me senti bem durante todo o All Hope is Gone".


Esta turnê é especial ao Slipknot por retornar ao EUA depois de três anos?

"A última vez em que tocamos nos EUA foi no Halloween de 2009. Nós sempre tivemos um bom tempo viajando pela América do Norte. É uma grande oportunidade estar diante de um monte de gente louca e destruí-las com nossa música. Fomos os primeiros headliners do Mayhem. Nós cobrimo-lhe com outras bandas como Slayer, Motörhead, Anthrax e banda mais recentes, como As I Lay Dying, o que faz você se sentir bem. É ótimo nos restabelecermos dessa forma".


Você se recorda do seu primeiro show em um festival de verão?

"O primeiro foi o Ozzyfest, onde tocamos em 1999 em West Palm Beach, era 29 de Maio. Me lembro que foi o show mais quente que eu já havia feito até então. Quando começamos, tínhamos cerca de 200 pessoas apenas. Na época ele foi feito para o Slipknot e toda a área estava cheia, as pessoas estavam se divertindo nas colinas do palco. Saímos super cedo, ao meio dia. Era um bom momento para nós. Eu me lembro que nós passamos três dias de viagem até chegar lá, nós nunca tínhamos estado em um ônibus antes. Tivemos que descobrir as coisas, todos nós tínhamos muita bagagem, foi rídiculo. Tudo ficou no ônibus, todas as nossas máscaras e macacões ficaram lá, lembro-me que cheirava muito mal. Por um tempo ficamos à base de sacos gigantes de biscoitos e salada de atum. Isso era tudo o que tínhamos para um mês e meio. Ele nos manteve vivos tempo suficiente para o próximo concerto. Havia alguns dias magros, foi má sorte".


Antennas to Hell é como um álbum de fotos do Slipknot?

"Sim, eu definitivamente acho que é, mas de forma instantânea. Essa é a nossa homenagem aos anos com Paul. É assim que vou me referir a ele. Fizemos grandes canções com Paul, mesmo aquela em que ele não escrevia de forma natural. Esta foia  maneira que encontramos de mostrar o testemunho de Paul de dentro do Slipknot, de expor o seu legado, e o grande número de músicas que vieram a partir desses anos. É raro e interessante ver o que acontece no futuro, mas se nada acontece, temos quatro grandes álbuns com Paul. Está é a nossa saudação à ele".


Você se sente como um porta de entrada para os fãs jovens, ao metal?

"Claro! É como se nós lhes déssemos apenas nossos "hits de rádio". É uma grande mistura de músicas que foram tocadas e as que tocamos ao vivo, e as pessoas fizeram com que isso fizesse sucesso. Sem os fãs não teríamos nada disso. 'By the way' (Red Hot Chili Peppers) não tem um hit. É uma combinação de músicas ao vivo que as pessoas esperam para ver quando eles vêm para um show do Slipknot".


Qual é a primeira coisa que lhe vem à cabeça quando pensa sobre o 'All Hope is Gone' (álbum)? 

"Foi realmente a tempestade perfeita da música de Paul e Joey, eles tinham reunido algum material realmente bom. Ambos tiveram que colocar algumas coisas juntos, eu levo uma canção. Na verdade, houveram algumas canções que saíram juntas no estúdio, e fizemos deste álbum o que ele é. Foi grandioso o ver todos os dias e ouvir a possibilidade de deixar todo o potencial, que era incrívelmente poderoso, e foi muito bom ouvir isso. Para mim foi um passo para a maturidade da banda. Começamos a fazer isso com o Vol 3: The Subliminal Verses, mas com o All Hope Is Gone descobrimos que poderíamos misturar toda a ferocidade com uma abordagem diferente à música. Ainda é possível ter o peso, mas de diefrentes maneiras. Se você quiser falar sobre os anos de Paul no Slipknot, verá que foi um álbum que poderia deixar as pessoas com alguma forma".

27 de jun de 2012

Joey fala sobre Donnie S. e o próximo álbum do Slipknot!

Quem acompanha o 'Domínio Maggot' já deve ter percebido que a um tempo atrás foi postado aqui uma entrevista do Joey à revista inglesa 'Terrorizer', onde o baterista falou sobre a morte de Paul Gray e como isso afetou a ele e ao Slipknot. Porém até aquele momento não havia sido disponibilizado nenhum trecho da declaração do #1, mas com o catálago de Julho já nas bancas da gringada, a entrevista nos foi passada e traduzida. 

A respeito de Donnie Steele, que irá se juntar ao Knot durante o Mayhem Festival e continuará tocando atrás do palco:

Joey: "O outro cara (Donnie) não tem permissão para ficar no palco. De jeito nenhum. Ele fica atrás do palco e faz um grande trabalho. Nós somos nove pessoas, e infelizmente, nós perdemos um. Mas isso não importa, nós ainda somos nove. Nós nunca poderemos substituir o Paul, mas é por isso que trouxemos o Donnie para a banda. Ele foi o primeiro guitarrista antes de eu vir para a banda, quando nós ainda éramos o The Pale Ones. Ele é um cara muito legal e maduro. Nós ainda não decidimos pôr um outro baixista ainda. Nós não queremos nomes conhecidos ou qualquer coisa parecida. Não faz sentido trazer qualquer um de outra banda que é enorme. Nós queremos manter isso em família e ele é parte da nossa família e tem sido ótimo desde então".


Sobre o próximo álbum do Slipknot:

 "De longe, eu já escrevi e gravei umas 40 músicas. Todo mundo está escrevendo coisas, mas as pessoas querem trabalhar em outros projetos, então eu estou escrevendo sozinho até que nós todos possamos nos juntar. Então nós podemos começar a tocar e ir em frente. Foi como nós escrevemos Prelude, The Blister Exists, é como nós começamos a escrever um monte de músicas. Este vai ser o nosso mais profundo e celebrado disco. A jornada é que estamos tentando viver nossa vida, assim como todo mundo. Todos temos coisas estranhas acontecendo e muitas músicas vão refletir isso. No próximo álbum nós vamos exorcizar todo o tipo de merda que, eu acho, que guardamos muito tempo um do outro". 


Sobre as emoções que vão transparecer no próximo álbum:

"Positivas e negativas. Inveja? Isso não existe nessa banda. Essa é a pior emoção de todas, ela mata as pessoas. Sabe quem faz isso? A imprensa, e isso nos irrita muito. Os jornalistas ficam colocando palavras na nossa boca. Todos do lado de fora - os jornalistas, empresários, contadores - esse álbum vai ser o maior "foda-se". O Iowa era meio brincadeira, mas nesse aqui, em termos de emoções, vai fazer muita gente se identificar, mais do que os outros quatro".


Sobre Shawn ter dito em 2011 sobre não ter certeza sobre sua permanência no Slipknot:

"Eu não acredito nisso de jeito nenhum. Além do mais, não há nenhum tipo de divergência entre os integrantes, nada que precise ser consertado. Todos fazemos as coisas e não tem mais brigas. Estamos todos nos dando muito bem. É o mesmo sentimento que tive em 1999 quando o primeiro álbum saiu. Eu e o Corey nos entendemos mais do que nunca. Na verdade, o problema nunca foi esse, a imprensa que nos jogou um contra o outro. Fui eu que trouxe o Corey pra banda, na época ninguém o queria".


Uma entrevista muito boa, porém acho que o Joey também poderia ter sido questionado sobre o 'Antennas to Hell', ter dado mais detalhes sobre o álbum, mas mesmo assim não desmereçe a excelente versão dele á 'Terrorizer'. 


(CAPA)

26 de jun de 2012

Antennas to Hell: Pré venda liberada!

(CAPA)


O novo álbum do Slipknot, 'Antennas to Hell', está previsto para ser lançado em 24/07/12, porém o mesmo   já teve sua pré venda liberada aqui no Brasil. O próximo CD da banda terá um custo de U$ 41,00, o que daria em torno de R$ 87,00 com frete para o estado de São Paulo. O valor fretado pode variar de acordo com a região do Brasil a ser entregue.

A pré venda do 'ATH' que está sendo chamada de "Deluxe Edition" trouxe duas surpresas: umas delas é que haverá um 3º disco, que trará os vídeos da divulgação do álbum, estes liberados no Youtube e postados anteriormente aqui no 'DM'. Além do repertório de cada vídeo, com seus respectivos integrantes e suas músicas, todos eles dirigidos por Shawn. E a segunda revelação é que que o novo álbum terá todos os videoclipes gravados pelo Slipknot até hoje, incluindo a versão animada de Wait and Bleed, além de Psychosocial, People=Shit e The Heretic Anthem em versões ao vivo. De certa forma o 'Antennas to Hell' acabou se tornando uma espécie de coletânea com os maiores sucessos da carreira do Slipknot.

O disco 1 do 'Antennas to Hell' trará 19 músicas totalmente remixadas. Já o disco 2 trará as 17 canções do DVD Sic(nesses), porém ainda não se sabe se esse 2º CD também terá as músicas remixadas, e se forem, se serão editadas da mesma maneira que o disco 1, o que poderia gerar três versões de algumas músicas: a original, a do disco 1 e a do disco 2, caso sejam remixadas de formas diferentes, mas isso é pura especulação minha. Nada confirmado!

Para comprar o seu 'Antennas to Hell', clique aqui
O prazo de entrega para o Brasil varia de 4 a 6 semanas.

DISCO 1:

1. (SIC)
2. Eyeless
3. Wait and Bleed
4. Spit It Out
5. Surfacing
6. People=Shit
7. Disasterpiece
8. Left Behind
9. My Plague
10. The Heretic Anthem (Ao Vivo)
11. Purity (Ao Vivo)
12. Pulse Of The Maggots
13. Duality
14. Before I Forget
15. Vermilion
16. Sulfur
17. Psychosocial
18. Dead Memories 
19. Snuff


DISCO 2 [SIC(NESSES)]:

1. (SIC)
2. Eyeless
3. Wait and Bleed
4. Get This
5. Before I Forget
6. Sulfur
7. The Blister Exists
8. Dead Memories
9. Left Behind
10. Disasterpiece
11. Vermilion
12. Everything Ends
13. Psychosocial
14. Duality
15. People=Shit
16. Surfacing
17. Spit It Out


DISCO 3:

Videos do 'Antennas to Hell' dirigidos por Shawn:
#0 Sid - Surfacing, People=Shit
#1 Joey - Duality, Before I Forget
#2 Paul - Vermlion, Sulfur
#3 Chris - Wait and Bleed, Spit It Out
#4 Jim - Dead Memories, Psychosocial
#5 Craig - Purity, Pulse Of The Maggots
#6 Shawn - Snuff
#7 Mick - Disasterpiece, Left Behind
#8 Corey - My Plague, The Heretic Anthem, Eyeless, (SIC)


CLIPES: 

1. Spit It Out
2. Wait and Bleed (Versão Animada)
3. Wait and Bleed 
4. Surfacing
5. Scissors
6. Left Behind
7. My Plague
8. People=Shit (Ao Vivo)
9. The Heretic Anthem (Ao Vivo)
10. Duality
11. Vermilion
12. Vermlion pt. 2
13. Before I Forget
14. The Nameless
15. The Blister Exists
16. Psychosocial
17. Dead Memories
18. Sulfur
19. Snuff
20. Psychosocial (Ao Vivo)

Obs: levei 1:30h para construir e finalizar essa postagem.

Sic(nesses) - Get This


'Get this or die! Get this or die!". 

Estou viciado nessa porra, se viciem também. 
Percebam a impecável voz de fundo de Shawn e Chris no refrão a partir do 1:20. Com certeza fez a diferença, além do épico grito de Corey aos 2:28 e o "my mother fucking, yeah!" aos 2:08. 

Foda pra caralho, stay filhos da puta!

24 de jun de 2012

Domínio Maggot fala sobre os álbuns do Slipknot! [ORKUT]


Em toda a carreira do Slipknot, o 'Iowa' foi sem dúvida o álbum de mais peso, foi macabro e sombrio. Os caras cantavam, tocavam com raiva, com ódio, dava pra sentir isso. O 'Vol 3: The Subliminal Verses' não curti muito, foi onde o som deles perdeu peso de forma siginificante. O '9.0 Live' eu nem chamaria de álbum, porque é só uma gravação dos shows deles ao vivo, mas já que a banda julga como "álbum", também chamo assim, embora discorde. Já no 'All Hope Is Gone', pareçe que o Knot retomou parte do peso perdido no álbum anterior, mas de uma maneira diferente. Depois do 'Iowa', nunca mais senti aquele ódio na voz do Corey, sabem? Pareçe que o ódio ainda existe mas não de uma forma tão pesada, é algo com menos peso, o que me desagradou de certa forma, mas mesmo assim considero o 'AHIG' o melhor álbum até hoje. Mas 'Iowa' perde por pouco, em certos momentos há um empate. Agora resta esperar os próximos álbum da banda, isso se houver mais de um... e desde que não seja lançado em 2050.



Obs: Toda a versão acima foi escrita por mim (dono) na comunidade 'Slipknot Brasil' do Orkut, no tópico criado por mim sobre o depoimento de Shawn acerca de Donnie Steele e o 'Antennas to Hell', postado anteriormente aqui no 'DM'. 

23 de jun de 2012

Donnie Steele tocando atrás do palco! [FOTO]

Hey Maggot's! Quem acompanha o Slipknot já está por dentro de que Donnie Steele foi confirmado como o "substituto" de Paul Gray, falecido em 24 de Maio de 2010. Porém, a banda decidiu que Donnie deverá tocar atrás do palco, escondido do público, já que a mentalidade da banda diz  que "devems e concentrar nos oito membros que estão sofrendo, e não em alguém novo". Shawn deu essa declaração em uma entrevista recente que pode ser conferida anteriormente aqui no 'Domínio Maggot'. 

Mas sobre a performance oculta de Donnie, consegui algo raro: uma foto do baixista tocando atrás do palco! Na imagem também é possível ver a o 'trono' usado por Joey na bateria vertical.


22 de jun de 2012

Shawn fala sobre Donnie Steele e o Antennas to Hell!

Recentemente M. Shawn Crahan, vulgo número #6 do Slipknot concedeu uma entrevista um tanto contundente ao site spin.com onde falou sobre os principais assuntos do momento: Donnie Steele e o 'Antennas to Hell', novo álbum do Slipknot com lançamento previsto para 24/07/12.

Durante sua extensa declaração, o percussionista confirmou que Donnie S. será mesmo o "substituto" de Paul Gray, porém que o novo baixista continuará tocando atrás do palco.

"O que lhe dá o direito de estar no palco com a gente nesse momento? Quando passamos uma experiência como essa com nossos fãs, tem de se concentrar nos oito membros que estão sofrendo, e não alguém novo.  Está não é uma falta de respeito com ele (Donnie). Eu o amo, mas ele optou ir por uma razão: compartilhar a tragédia, dor e tristeza do que aconteceu com Paul com nossos fãs, em vez de passar por isso sozinho". 

Após Donnie Steele, Shawn falou sobre o 'Antennas to Hell':
"As músicas foram colocadas em uma ordem determinada por nós, para ter uma experiência única de ouvir, é como o seu próprio trabalho de arte. Nem mesmo uma máquina pode fazer isso. Além disso, passei dois meses com o encarte do CD. Você não vai obter só um pequeno pedaço de papel que vai dentro da capa do álbum, você receberá um livro enorme de algumas esculturas, fotografias e teorias para os fãs possam refletir, conceituar e realmente desfrutar". 

Quando questionado sobre o novo álbum da banda, o 'Antennas to Hell', Shawn revelou alguns detalhes inéditos sobre o mesmo: Joey escreveu partes de 30 novas canções. Isso mesmo, 30! Enquanto Corey tem escrito novas canções e Mick e Jim tem escrito e executado novos riffs. Crahan brevemente também falou sobre os planos do Slipknot para o futuro: após o KnotFest, que ocorrerá em Agosto desse ano (2012), a banda planeja ficar pelo menos um ano fora dos palcos, antes de entrar em estúdio para a gravação de um novo álbum, não o 'Antennas to Hell' :(

Sobre isso, Shawn disse:
"Isto é como todo mundo está enfrentando a perda de Paul, por escrito. Todas essas coisas são usadas? Não. Algumas podem ser usadas? Claro. mas até chegarmos a essa área, não posso dizer nada a ninguém. É como se me pedissem o baixista que vem. Eu não vou dar uma resposta, pois tenho que pensar nisso agora. Eu preciso de cerca de um ano para afligir toda essa merda dentro de mim para ser capaz de controlar minhas emoções no estúdio, que é algo que não posso fazer agora. Eu quero ser capaz de ir lá e perceber que meu irmão não está lá. E então, quando eu puder me controlar, darei à Paul, à banda e aos fãs tudo o que eles precisam ter".

Devo reconhecer que essa foi uma das entrevistas mais esclarecedores relacionada ao Slipknot dos últimos tempos. Shawn disse tudo, muita coisa que queríamos saber e sobre a qual tínhamos dúvidas. Além disso, deu alguns detalhes sobre o que o Slipknot está fazendo agora, o que irá fazer e como. Super bacana!


20 de jun de 2012

Antennas to Hell: 870621345/Chaotic

Quando achávamos que a divulgação do 'Antennas to Hell' havia chegado ao fim, uma surpresa: ela continua. Dessa vez o Slipknot liberou através de sua conta no Youtube mais um vídeo promovendo o novo álbum do Knot com lançamento previsto para 24.07.12, porém a banda afirmou à revista Rolling Stone que esse seria o último anúncio relacionado ao 'ATH'. 

Essa última divulgação chama-se 'Chaotic' ou também chamada de '870621345', o que seria uma referência à canção 742617000027 do Slipknot. Em 'Chaotic' novamente é possível ver momentos compilados, porém dessa vez não são focando num integrante específico e sim na banda em si, durante apresentações e bastidores. Também é possível visualizar momentos inéditos do Knot, como as tradicionais reuniões antes dos shows, o chamado "círculo da morte", Shawn pondo fogo em sua percussão e Sid ateando fogo em Corey no palco, entre outros momentos bem bacanas e insanos.

Sobre o novo álbum, Shawn disse:
 "Eu detesto os 'Greatest Hits' ou 'O melhor de', ódio, essa era a palavra que eu iria construir.Geralmente, os termos 'Greatest Hits' ou 'O melhor de' referem-se a uma banda que tem problemas, que estão tentando sair do rótulo. E nenhum desses cenários são verdadeiros conosco. Tomei duas músicas, peguei os itens, fiz um remix e vou colocá-los na montagem. O remix não coincide a montagem. É suposto ser caótico e porra louca. Eu não queria remixar músicas que são executadas como Deus faz com as pessoas. Nós mantemos essas músicas como uma coisa sagrada".

E abaixo o vídeo de 'Chaotic':



Em breve, uma análise completa sobre o 'Antennas to Hell' com base nas informações liberadas até o momento, aqui no 'Domínio Maggot'! stay fuckers!

Facebook: Shawn publica nova imagem!

A 5 minutos M. Shawn Crahan publicou através de seu celular, uma nova imagem ao seu mural no Facebook! A foto mostra o percussionista na barriga de uma imensa estátua de um urso. Como sempre, Shawn trazia consigo um cigarro na boca.



Sobre a imagem, Shawn disse:
"The beast in the belly" - "A besta na barriga"

Facebook: Shawn adiciona novas fotos!

Hey Maggot's! A cerca de 16 horas atrás, Shawn Crahan adicionou novas imagens a seu perfil do Facebook, dessa vez junto aos membros da banda SexFist. O percussionista também adicionou fotos pessoais suas, como agarrando o tronco de um manequim, e com a pintura de uma pessoa vestida de banana num muro ao fundo. Além das fresquíssimas imagens, clicando à direita da visualização de seu mural pode-se ver recentes fotos adicionadas por Shawn, entre elas a mordida na mão do #6 por sua esposa, o gato do Clown e fotos bem recentes com fãs, vestindo a máscara do Self-Titled. stay! 


18 de jun de 2012

Gifs do Slipknot [PARTE 15]

Conforme o dito na postagem anterior de 'Gifs do Slipknot', agora mais 15 imagens animadas. Ao longo do restante do mês vou postando mais, certo? stay!