Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

31 de jul de 2011

Corey Taylor fala sobre seus traumas de infância

Corey Taylor teve uma infância bem fudida, muita gente sabe disso. Cresçeu sem conheçer o pai, pois ele o abandonou após seu nascimento e só o conheçeu aos 30 anos de idade. Também cresçeu isolado, não teve muito apoio da familia, isso tudo tornou a infãncia de Corey bem cruel e severa, como ele mesmo disse. Porém, com a ajuda da música e o envolvimento com ela, o vocalista superou tudo isso e hoje impera na vida, é um homem de sucesso e considerado atualmente, um dos artista mais influentes no mundo. Ele é um exemplo de vida, pois deu a volta por cima... mesmo não tendo suporte nenhum quando criança, e é justamente sobre isso que eu posto agora, um vídeo onde Corey conta tudo sobre sua infância e problemas, onde também fala um pouco sobre a ligação das letras das músicas com sua infância, além de responder algumas perguntas referentes ao Slipknot e o Stone Sour, às quais é vocalista.

Notem, que enquanto Corey é entrevistado ele fuma, ação que ao meu ponto de vista, foi uma forma que ele encontrou de passar a falsa sensação de desprezo com sua infância, e de evitar um possível choro ou comoção durante a entrevista. Ele tentou se manter durão, pareçer um homem forte durante todo o vídeo, mas isso é só o que eu acho, a minha opinião, portanto compartilhem as suas opiniões, e comentem, claro.

Enfim, é um vídeo bem esclarecedor, e até comovente em certo ponto. Agora confira abaixo, o vídeo:

Corey Taylor diz: "Justin Bieber mereçe respeito". WTF!?

Mais uma vez, entre as inúmeras que vasculhei e conferi a maior comunidade brasileira do Slipknot no orkut, encontrei algo de valor para postar aqui, e dessa vez é um vídeo com Corey dizendo coisas quase que inacreditáveis, sobre Justin Bieber e Rebecca Black. Ele diz que Justin Bieber mereçe ser respeitado, e na hora eu meio que gelei, não acreditei que o vocalista fudido do Slipknot estava fazendo esse tipo de comentário sobre essa bicha do JB, custei a acreditar nisso. Mas Corey também disse que não gosta do Justin Barbie, e que só disse tais frases pelo esforço que o JB em estar perto dos fãs, que ele 'faz tudo ao seu alcance pelos fãs', palavras ditas pelo próprio Corey Taylor.

Dessa vez sou obrigado a discordar totalmente do vocal do Knot, pois eu não acho que essa bicha de Justin Bieber, que acha que canta alguma coisa mereça respeito. Respeito se ganha, se conquista, se mereçe... e com a baixissima e quase nula qualidade de suas "músicas" ele não está nem perto de conquistar tal respeito. O mundo odeia essa bicha, eu odeio, muita gente deste blog também odeia, e infelizmente há muita gente retardada pelo planeta que ainda curte o que essa Barbie faz, que gasta o seu dinheiro, mesmo sendo o próprio dinheiro, pra ir nos shows dessa vergonha mundial chamada Justin Bieber. Seria melhor enfiar o seu dinheiro no cu ou dar para os pobres, afinal hoje em dia muita gente passa fome no mundo, enquanto você gasta o seu dinheiro com essa merda. Isso é o que eu penso, e talvez aja uma certa divergência de opiniões por aqui, portanto comentem. Estou aberto a ouvi-los, mesmo sabendo que nada do que digam, me fará mudar de idéia. E para terminar o post, logo abaixo o vídeo com comentário vergonhoso de Corey Taylor:


30 de jul de 2011

Corey Taylor anuncia show em Las Vegas

Retirado diretamente da maior comunidade brazuca do Slipknot no orkut, posto aqui um vídeo engraçadíssimo de Corey Taylor tentando anunciar um show, que não sei se é do Slipknot, do Stone Sour ou da sua carreira solo, que aconteçerá nos dias 4 e 5 de Agosto em Las Vegas. No entanto, o vídeo torna-se engraçado pelo simples fato de que sempre no meio do anúncio, Corey é interrompido por um cara, que alguns dizem ser seu irmão, mas eu não acredito, e com isso o vocal do Slip aos poucos fica puto da cara, chegando até a tentar anunciar o show no escuro, mas ainda assim o pentelho fdp ainda o persegue, é o cúmulo.

Mas enfim, assista o vídeo logo abaixo, e dê boas risadas se você for um (a) retardado (a), igualzinho a mim, é:


A banda de rock mais jovem do mundo

Em algum site da internet de que não me lembro, encontrei um vídeo muito interessante do qual fiz download sobre uma banda de rock que foi classificada como a mais jovem do mundo, classificada por todos seus integrantes terem apenas 10 anos de idade e é justamente esse vídeo que estou prestes a postar aqui no 'Domínio Maggot', pois acho que fez jus a estar aqui. Lógico que eles não podem ser comparados aos caras do Slipknot, mas pra idade que eles tem, mandam super bem, e apesar de sua pouca idade já estão no caminho certo para o sucesso, tocam muito melhor que Restart, com certeza.

A qualidade de som do vídeo é péssima, tanto que nem se dá para ouvir o vocal, mas mesmo assim vale a pena postar aqui, então abaixo, a gravação:

Banda Not Falling fazendo cover de 'Snuff'

Fiquei alguns dias sem postar e peço desculpas por essa demora, é que nos últimos dias estava sem ânimo pra postar, mas para me redimir e recuperar o tempo perdido farei alguns posts nesse fim de Julho, começando com um vídeo de uma banda catarinense chamada Not Falling que fez um cover muito bacana de Snuff, do Slipknot. Eu particularmente achei a regravação super bem feita, a voz feminina ficou legal e se adaptou de forma positiva à música, a única crítica que faço sobre o vídeo são os guitarristas que ficaram devendo um pouco, ficou um poudo desafinado, não dizer ao certo o que houve, mas mesmo assim o cover ficou interessante, então confiram aí:


Pra quem quiser, o link da comunidade da banda no orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=107576965 
E não se esqueçam de comentar, stay.

24 de jul de 2011

A morte de Amy Winehouse: um presente de Deus!

O fracasso em pessoa. Uma vida de distúrbios e
perturbações, de entrega às drogas e bebidas.
Ontem, dia 23 de Julho de 2011, a "cantora" Amy Winehouse veio a falecer, no entanto por causas ainda desconhecidas, porém especula-se que a morte tenha sido decorrente de uma overdose de cocaína e heroína, já que Amy havia comprado uma grande quantidade das drogas no dia anterior a sua morte, e talvez até surja gente por aqui que me critique pelo que estou prestes a dizer, mas pra mim a morte dessa mulher é um presente de Deus.

Poxa, a mulher passou a vida se drogando, se chapando, só fazendo merda, e então eu me pergunto: no mundo, que diferença faz uma pessoa fracassada que se entregou às drogas e ao àlcool? Não faz diferença nenhuma, porra! E se ao menos essa mulher tivesse se esforçado e lutado pra largar o vício, mas nem isso ela fez. Simplesmente se entregou, típica atitude de fracassados. Essa "cantora" cansou de entrar e sair de clínicas de reabilitação e mesmo assim, continuou no vício, mas porquê? Continuou porquê essa era a vida que ela gostava de ter, ela continuou porque era fraca demais para lutar contra isso, conra o fato de se drogar, se estragar, e mesmo assim, diante de tal situação ela ainda achava que fazia alguma diferença, subindo no palco e "cantando" um monte de merda que ela julgava de música. Aquilo não era música, nunca foi e nunca nem chegou perto. Quer conheçer música de verdade? Escute Slipknot, caralho!

Porém, vocês devem estar se perguntando: "O que um maggot sabe sobre Amy Winehouse?" e de fato eu não sei muita coisa, mas o pouco que eu sei aprendi com as "músicas" e shows horríveis que a minha irmã tinha coragem de assistir, além dos fracassos dessa drogada que sempre acabavam expondo o lixo que essa mulher sempre foi. Se for pra viver se chapando, se drogando, e só fazendo cagada, então que morra de uma vez, e por isso que eu já disse e volto a repetir que a morte dessa Amy Winehouse foi um presente de Deus, mas bem que ele podia devolver o Paul e ficar com essa chapada, não é? Pena que seres humanos não façam pactos com Deus, a menos que se seja o Motoqueiro Fantasma e se converta para o lado divino.

Enfim, essa mulher não vai fazer a menor falta, na boa. Daqui a 3 meses, nem isso talvez, o mundo já terá se esquecido desse diabo. Que se foda essa Amy Winehouse, que se fodam os seus fãs doentes, que se foda tudo relacionado a essa mulher. Uma drogada, chapada, uma fracassada na vida, como essa mulher mereçe o meu total desprezo e é isso o que ela tem de mim: total desprezo. E para encerrar o post, só gostaria de dizer aos futuros filhos da puta que apareçerão por aqui dizendo "ah, mas o Paul também morreu de overdose" que vão tomar bem no meio de seus cus fétidos e nojentos! O Paul morreu de overdose de morfina pois ele precisava desse medicamento para sua saúde, devido aos problemas respiratórios que ele tinha que lhe causavam muita dor, e esse analgésico aliviava-lhe a intensa dor. E morfina é um medicamento, uma droga de laboratório, não uma droga de merda que faz em casa e se compra na rua e se usa até a deterioração completa do organismo, então ao futuros viados que eu já mandei tomar no cu fazendo essa comparação, vocês que se fodam!

E Deus, já que o Senhor resolviu abrir as portas do Céu, aproveite e leve com você toda essa merda de Restart e Cine, eu lhe suplico. Essas bandas são pragas na Terra, nos ajude. Nós imploramos, e não pediríamos a sua ajuda a menos que fosse extremamente necessário, uma urgência.

STAY (SIC!)

Will, the bloguer: momento 'rocker' fail

Pelo meu amplo e bem feito trabalho no 'Domínio Maggot', acho que sou merecedor de um espaço próprio, ou seja um espaço exclusivo a mim, o blogueiro. E é com essa idéia que eu posto aqui, uma foto tosca e até meio "fail" da minha pessoa com uma cara que não posso descrever, com a minha preciosa guitarra do meu precioso Playstaton 2 no ombro, dando uma de guitarrista faucatrua, mas vale a pena postar esse lixo aqui só para descontrair.

A foto, e por favor não riam:

Pelo menos a camisa é do Iron.

Shawn diz: "Nós somos a banda que fará a trilha sonora do fim dos tempos"

A comunidade oficial do Slipknot, no orkut é um rica fonte de informações e conteúdo sobre o Knot e os caras da banda, já que os fãs e participantes da comu divulgam vídeos, fotos e coisas assim, e dessa vez eu encontrei lá, um vídeo no qual Shawn Crahan 'Clown' está concedendo uma entrevista a uma rádio americana que não sei qual é, onde o percussionista fala sobre as dificuldades que o Slipknot está sofrendo e as barreiras que está tendo que superar após a morte de Paul, esclarecendo também que o Knot é a banda que fará a trilha sonora do fim dos tempos, porém fico pensando:

Qual ou quais músicas estariam nessa trilha sonora? Ainda não sei, pensarei a respeito, portanto me ajudem e comentem. Logo abaixo o vídeo com a entrevista de Shawn:

Massacration: escutem!


Em uma das minhas alucinantes partidas no Guitar Hero Brazucas, eu toquei um música chamada Metal Bucetation e mais além outra, com o nome de Metal Glu Glu, ambas do Massacration, e eu aconselho a vocês metaleiros que ainda não ouviram que ouçam, pois a banda é do caralho. Apesar do nomes das músicas ser uma brincadeira e a banda também, as canções são do caralho com vários gritos e uns solos de guitarra foda pra caramba, tão bons que eu até larguei o Slipknot um pouquinho, expandi meus horizontes musicais.

O Massacration na verdade surgiu após uma série de paródias feitas pelos próprios integrantes no programa Hermes e Renato que ia ao ar na Mtv, porém a brincadeira virou coisa séria e a partir daí surgiram gravadoras interessadas e o Massacration acabou assinando um contrato fazendo dois álbuns desde 2005, e inclusive se apresentando no Planeta Atlântida.

Com os solos e riffs fodásticos, estou meio viciadinho na banda, tudo isso graças ao Guitar Hero que me fez tocar e conheçer as melhores músicas e consequentemente despertar o meu interesse pelo Massacration, baixando assim as canções da banda. Lógico que a guitarra do play contribui bastante para que a emoção do jogo e das músicas seja maior, especialmente com os solos, nos quais eu enlouqueço e faço uma interpretação mixuruca de guitarrista, mas mesmo assim, eu aconselho vocês a ouvirem Massacration, garanto que irão curtir. É do caralho! Há vários videos no Youtube com clipes da bandas, bastidores e entrevistas... além disso, há o 4shared.com, onde é possível baixar diversas músicas da bandas, enfim. Corram atrás, baixam, conheçam e ouçam, porque vale muito a pena.

17 de jul de 2011

Opinando: Metallica

Da esquerda para a direita: Lars Ulrich (baterista),
Kirk Hammett (guitarrista), Robert Trujillo (baixista)
e James Hetfield (vocal e guitarrista).

Ultimamente eu tenho me concentrado muito em falar sobre o Slipknot, e isso já está ficando uma coisa massante e chata, portanto resolvi dissipar um pouco isso falando de algumas outras bandas que fizeram história no rock e metal, e dessa vez é sobre o Metallica que eu falo. E como fazer uma biografia é extremamente desgastante e todo mundo olha isso no Wikipédia, falarei como ouvinte por aqui.

O Metallica é uma banda histórica, sem dúvida. Os caras tem um som super bacana que eu curto pra caralho, o vocal e guitar James Hetfield tem uma voz diferenciada das outras, aliás nenhuma voz é igual a outra, mas a voz dele se destaca das demais... consegue ter uma voz melódica e ao mesmo tempo possessiva, e bem grave, mas sem utilizar o gutural, o que impressiona muito. O guitarrista Kirk Hammett, toca muito, pra caralho e acho que talvez até superaria Mick e Jim, em qualidade, embora os guitars do Slipknot também mandem super bem, mas sei lá... o Kirk é um guitarrista clássico, que tem uma maneira única de tocar, uma coisa que me agrada bastante. Os solos do guitar do Metallica são alucinantes... e olha que eu já ouvi muitos solos de muita gente, mas os solos dele realmente são de arrepiar, principalmente na música The Day That never Comes, aos 5 minutos e pouco até o fim da música, é uma chuva de notas agudas e incrivelmente rápidas, fiquei impressionado na 1º vez que ouvi, de queixo caído.

Já o baterista Lars Ulrich, trás consigo uma técnica que realmente torna o som dele uma coisa clássica, apesar dele não utilizar muito os pedais duplos nem ser muito rápido, o que me agrada muito num baterista, mas mesmo assim eu acho ele um baterista super bacana, que tem estilo para tocar. Um estilo diferente de Joey Jordison, com certeza, mas ainda assim não supera o rei da batera, do Slipknot. Mas ainda assim, um estilo que Lars tem, que ainda me faz gostar do seu jeito... mesmo não sendo o melhor. Um baterista clássico do heavy metal.

Por fim Robert Trujillo, a última aquisição do Metallica, entrou na banda em 2003. Pelo som alto e as distorções de guitarra não consigo identificar muito bem o som do baixo nas músicas, porém já vi em um programa de televisão apenas Robert tocando, e o cara manda super bem, tem uma caractérística única de tocar, ele meio que estapeia as cordas, não sei direito. Não posso dizer que é um baixista clássico, pois é relativamente novo no Metallica, apenas 8 anos na banda, mas que com certeza, sabe muito bem utilizar o baixo em prol do metal. Não quero dizer que tudo que é velho é clássico, apenas não o considero clássico pelo pouco conhecimento que tenho dele, devido ao pouco tempo em que está na banda. 

Acho que o Metallica traduz bem o que é o heavy metal, e consegue passar a energia desse gênero fantástico para o mundo. A banda em si tem estilo, tem qualidade e tem categoria para chegar onde chegou. Os integrantes são ótimos, tem autonômia e conhecem bem cada parte de seus intrumentos, extraindo assim o máximo deles. O Metallica com certeza é uma das melhores bandas antigas, que ainda hoje estão em atividade.

Ao final do post vocês Maggots pensariam que eu supostamente estaria enchendo a bola do Metallica por ter dito que Kirk possivelmente seria melhor que Jim e Mick, mas gostaria de esclarecer esse possível pensamento negativo que com certeza surgirá por aqui, dizendo que eu apenas estou expondo as minhas idéias e opiniões a vocês, de forma que eu ainda assim continuo curtindo mais o Slipknot do que o Metallica.
O principal intuíto deste post sobre o Metallica é para fugir um pouco do Slipknot, alternar os assuntos do blog, falar de coisas diferentes, e ao mesmo tempo que estejam ligadas ao rock ou metal. Eu curto Metallica também, e acho que a banda fez por merecer estar aqui, e por isso ela está.

Ambas as bandas são boas, não confundam as idéias!

O que vocês acham dos meus posts?

A apenas alguns dias de completar 1 ano de 'Domínio Maggot', estou me questionando sobre a qualidade e conteúdo das minhas postagens aqui feitas, e isso talvez seja paranóia mas no fundo eu acho que os meus posts poderiam ser melhores. Eu posto textos bem completos, fotos, vídeos e todas essas porras, mas ainda sinto que falta algo, a peça chave para que o post fique perfeito ou quase, porém não sei o quê é.

Eu sempre procuro seguir a ortografia de forma correta, que fique acessível a todos e de fácil entendimento, e ao mesmo tempo preenchê-las de conhecimento, informação para que fique uma coisa bacana e que dê gosto de ler, mas mesmo assim sinto algo incompleto nos posts que faço, e como há divergência de idéias em qualquer situação, aqui ocorre o mesmo, ou seja: a minha opinião sobre as postagens pode, e provavelmente será diferente da de vocês, e é por isso que eu lhes peço ajuda, já que vocês é que são a voz desse blog e quem lêem os meus posts e podem dar uma opinião clara, afinal a voz do povo é a voz de Deus.

Por favor, comentem dando suas opiniões sobre o que acham das minhas postagens, assim poderei ver onde erro e, consequentemente, corrigir os meus erros. Conto com a ajuda e colaboração de vocês.

16 de jul de 2011

Musicando: Danger Heep Away (Slipknot)

We too feel alone (Nós também nos sentimos sós)

That place in my mind (Aquele lugar em minha mente)
Is that space that you call mine (É aquele lugar que você chama de meu)
That place in my mind (Aquele lugar em minha mente)

Is that space that you call mine (É aquele lugar que você chama de meu)
Where have I been all this time? (Onde eu estive todo o tempo?)
Lost enslaved fatal decline (Declínio fatal escravizado perdido)
I've been waiting for this to unfold (Good) (Eu tenho esperado por isto muito tolo)
The pieces are only as good as the whole (Os pedaçõs só são tão bons quanto o todo)

Severed myself from my whole life (Me machucando por todas as minhas mentiras)
Cut out the only thing that was right (Recorte a única coisa que era certa)
What If I never saw you again (O que seria se eu nunca ti visse novamente?)
I'd die right next to you in the end (Eu morreria diante de você no final)

That place in my mind (Aquele lugar em minha mente)
Is that space that you call mine (É aquele espaço que você chama de meu)
That place in my mind (Aquele lugar em minha mente)
Is that space that you call mine (É aquele espaço que você chama de meu)

I wouldnt let you walk away (Eu não a deixaria ir)
Without hearing what I have to say (Sem ouvir o que eu tenho a dizer) 3X


Tô viciadão nessa música.

Vídeo: blogueiro falando sobre o Slipknot e o blog

A mais ou menos uma semana atrás, eu fiz um vídeo explicativo e pessoal sobre o blog e o Slipknot. Na gravação falei sobre o motivo do nome 'Domínio Maggot', dei a minha opinião pessoal sobre o que eu acho da banda, das músicas e seus integrantes.

O vídeo ficou muito bom, pois consegui me expressar bem e falar aberta e claramente, exatamente da maneira como eu queria, mas poderia ter ficado melhor se a câmera do meu celular tivesse mais qualidade, e se a lâmpada do meu quarto não fosse uma merda. E ignoram o meu "gutural" fudido no finalzinho. Espero que gostem, e logo abaixo o vídeo:

Encerramento do Slipknot no Sonisphere Festival

No dia 10 de Julho, o Slipknot fez seu último show no Sonisphere Knebworth e foi postado na internet, um vídeo onde apareçe toda a banda confraternizando, se abraçando e comemorando o sucesso dos shows, por terem conseguido seguir em frente sem o Paul, por terem voltado ao palcos.

A maioria dos caras do Knot estavam tirando fotos, e se reunindo como se estivessem rezando por Paul, fazendo uma dedicatória a ele. Durante o vídeo aparecem todos felizes, interagindo com o macacão do Paul, como se ele estivesse ali em carne e osso, mas com certeza estava em espírito. O clima de emoção tomou conta do palco, mas o ápice disso foi quando Joey se aproximou das roupas do baixista e as abraçou fortemente, agarrou e ficou um tempo, como se estivesse chorando ou falando com Paul por debaixo da máscara, e eu realmente que era isso o quê Joey estava fazendo.

Porém, logo de cara no vídeo uma surpresa: Donnie Steele, o novo baixista do Slipknot sobe ao palco pela 1ª vez e abraça Corey, fala com os caras da banda e também celebra com os membro do Knot o sucesso dos shos do Sonisphere Festival. Falando pessoalmente, como Maggot, acho que o final do Sonisphere com o Slipknot foi sublime, foi espetacular, sensacional e ao mesmo tempo emocionante, tanto que até eu me emocionei com esse fim. Foi perfeita e notável a consideração que todos os membros da banda tiveram com Paul, abraçando-o, falando com ele, foi perfeito! Não poderia ter sido melhor! Fiquei admirado com tudo isso, agora a gente só tem que esperar a noite do Slipknot no Rock In Rio chegar, porquê eu não vou perder isso por nada nesse mundo (pena que seja pela tv), mas o quê vale é acompanhar a banda.

Para as manteigas de plantão, se derretam de emoção com o vídeo de encerramento do Slipknot no Sonisphere Festival 2011:

Corey Taylor canta 'Spit It Out'

Na comunidade oficial do Slipknot no orkut, postaram um vídeo onde apareçe Corey Taylor cantando a música Spit It Out, porém numa versão acústica, acompanhada com o violão e a voz melódica do vocalista. Particularmente, eu achei o vídeo bem ruim, a canção com aquela voz mais atípica e normal do Corey, deixou a música uma merda.

Na minha opinião o vídeo ficou uma merda, eu não curti muito não... exceto as partes onde o público canta o refrão e no finalzinho, onde o The Great Big Mouth engrossa um pouco mais a voz, fora isso ficou um lixo. Só o quê eu acho, as opiniões variam e aqui com certeza acontecerá a mesma coisa nos comentários, portanto comentem.

E para terminar o post, dá uma olhada no tal vídeo do Corey cantando Spit It Out:

Fã morre após show do Slipknot

Na internet, em uma das minhas minunciosas pesquisas sobre um monte de merda, encontrei uma noticia que diz sobre um fato um tanto assustador: a morte de um fã do Slipknot, após um show da banda. Um norte americano, chamado Corey Nickels teve um ataque cardíaco durante a saída do concerto, e acabou morrendo.

Mas depois de ler isso, fiquei pensando como deveria ser foda ir no show de uma banda que eu curto pra caralho, mas morrer depois disso. É como se o cara vivesse apenas pra ir ao show da banda, como uma espécie de missão, e depois de missão cumprida ele moresse porquê não havia mais sentido para ele estar ali. Foda!

Para quem não acredita, e acha que tudo isso é lorota, dê uma boa olhada no print com a noítica, logo abaixo:

Clique na imagem para ampliar

13 de jul de 2011

Feliz dia do rock, Maggots!

Hoje, dia 13 de Julho, a exatos 7 dias do meu aniversário, comemora-se o Dia Mundial do Rock, então esse post é dedicado a vocês Maggots, que curtem e visitam o blog. Vocês que assim como eu, enlouquecem ouvindo o nosso bom e velho rock, seja rock mesmo tipo Motorhead ou uma coisa mais voltada pro Metal, como o Slipknot por exemplo. Não importa.

O que importa é ouvir qualquer tipo de música que seja rock ou metal, qualquer metaleiro é bem vindo por aqui, especialmente no dia de hoje. Mas enfim, não deixem de curtir os melhores estilos: o Rock e o Metal! Não os abandonem nunca!

12 de jul de 2011

Inédito: bunda do Corey!

Procuro sempre manter atualizado o blog com posts bacanas, coisas o mais exclusivas e inéditas possíveis, mas dessa vez eu achei algo muito raro: uma foto da bunda de Corey Taylor! Isso mesmo memso, você não leu errado e nem está vendo coisas. Uma foto da BUNDA de Corey Taylor! E só para constar, anteriormente já postei uma foto da bunda do Joey.

Nessa foto bombástica que estou prestes a postar, o Corey está de costas fazendo churrasco com um avental amarrado na cintura, porém logo mais abaixo, suas nádegas ficam totalmente à mostra, e dá para saber que é ele pelas diversas tatuagens. É algo bem bizarro, e eu não sei nem porquê me surpreendo com isso. Eu devia esperar tudo do Corey.

Então, como eu sei que você está ancioso para ver essa cena clássica que com certeza entrará para a história, veja essa merda aqui embaixo:

Craig falando em show

O tecladista e sampler do Slipknot, Craig Jones, com certeza é o cara mais misterioso e quietão da banda, quase nunca é falado sobre ele, sem dúvida. Porém, navegando pela internet acabei encontrando um vídeo onde ele apareçe falando algo no show do SLipknot, dia 29, talvez até no Sonisphere Festival deste ano, mas devido á baixa qualidade de imagem e som do vídeo e aos ruídos estáticos, não consegui entender bulhufas do que o Craig falou, e acho que a maioria não entenderá.

No vídeo, Coreys e aproxima de Craig com o microfone e o direciona ao tecladista, que fala algo, desconhecido por nós. É algo raro o Craig falar nos shows, eu pelo menos nunca havia visto, mas como isso é uma coisa praticamente inédita, confira o vídeo e veja você mesmo:

Slipknot: Sonisphere Knebworth

Anti-ontem, dia 10 de Julho, o Slipknot fez sua última apresentação no Sonisphere Festival, que dessa vez ocorreu no país de Knebworth. Dentre todos os shows do Slip no Sonisphere, esse teve o maior set-list, chegando ao total de 20 músicas e foram elas (SIC), Eyeless, Wait And Bleed, The Blister Exists, Liberate, Before I Forget, Pulse Of The Maggots, Purity, Left Behind, Disasterpiece, Psychosocial, The Heretic Anthem, Duality, Only One, Spit It Out, [515], People=Shit e Surfacing.

Esse foi o último show do Slipknot antes da grande e esperada apresentação no Rock In Rio que está marcada para o dia 25 de Setembro. Apenas para termina ro post e incrementá-lo, curta as fotos do Knot no Sonisphere Knebworth:

                              STAY (SIC!) MOTHERFUCKERS!

Slipknot: Sonisphere Suécia


Dia 09 de Julho, o Slipknot fez seu penúltimo show no Sonisphere, desta vez na Suécia. Foi uma apresentação onde a multidão, que lá estava presente, literalmente foi a loucura. Foi insano a quantidade de gente que tinha no show, e a agitação da galera, quase um tumulto, e pra mim, esse concerto foi o melhor até agora, em termos de presença do público e participação, interação. O melhor.

O set-list desse show foi composto por (SIC), Purity, People=Shit, The Blister Exists, Spit It Out, Surfacing, Til We Die, Psychosocial e Only One. Uma bela seleção de músicas, ao meu ver.

STAY (SIC!)

9 de jul de 2011

Slipknot tocando Only One em 1996

Anders Colsefini, o 1º vocalista do Slipknot e integrante da formação clássica do Slip, recentemente divulgou no Youtube um vídeo no qual a banda toca a canção Only One no ano de 1996, antes da entrada de Corey e Jim ao Knot. A música é tão antiga que até estava inclusa no álbum Mate.Feed.Kill.Repeat. Uma raridade posta à nossa disposição.

Para o post não ficar sem graça e sem sentido, deixo o vídeo abaixo para que vocês possam curtir essa relíquia do Slipknot:

Slipknot: Sonisphere França

Mais uma vez o Slipknot participou do Sonisphere Festival, desta vez na França no dia 8. Com base nos vídeos que eu vi no Youtube e as fotos, o show pareçe ter sido bem enérgico, porém com poucas músicas, tornando-se uma apresentação mais curta e resumida com apenas 7 músicas no total e foram elas Psychosocial, Duality, Before I Forget, The Blister Exists, Purity, Wait And Bleed e (SIC).

Para terminar o post sem muita embromação, dá uma conferida em algumas fotos do Sonisphere França:


Divulgação: abaixo assinado

Recentemente o pessoal do Slipbr, tomou a iniciativa de lançar um abaixo assinado para tentar fazer com que o Slipknot tocasse em São Paulo, com o objetivo de mostrar que as produtoras que a banda tem público para mais um show no Brasil e por fim pediram que essa informação fosse divulgada o máximo possível, e como bom Maggot que sou resolvi ajudar, mesmo morando em Porto Alegre e não poder usufruir desse possível show. O que vale é ajudar os Maggots que moram em Sp, afinal somos a raça mais unida.

O motivo desse abaixo assinado é a rapidez com a qual os ingressos foram vendidos no Rock In Rio, e com isso muita gente ficou de fora o que acabou gerando uma quantidade absurda de e-mails para a produção do slipbr.com, que acabou tomando as rédeas da situação e criou esse abaixo assinado. Na minha opinião a idéia é muito boa, e pode realmente dar certo, já que o Slipknot sempre pensa nos fãs em 1º lugar, basta fazer com que isso chegue ao ouvidos da banda ou alguém relacionado a ela.

Por fim, o endereço para assinar é http://www.petitiononline.com/slipsp/
Para deixar sua assinatura, acesse o link, clique em “Sign petition” preencha os campos obrigatórios, Clique em “Preview your signature” e para finalizar em “Approve Signature". Eu já assinei, assine também, ajude.

Imperdível: show do Slipknot ao vivo

Através da comunidade oficial do Slipknot no Orkut, fiquei sabendo que o Knot anunciou que o seu show no Sonisphere Festival será transmitido ao vivo pela internet as 9:00 de domingo e estará disponível para exibição nesse link http://www.slipknot1.com/.

Então já sabemos o que devemos estar fazendo as 9h, não é? Na frente do computador, curtindo mais um show da melhor banda do planeta, o Slipknot. Não percam.

STAY MAGGOTS!

4 de jul de 2011

Slipknot: Sonisphere Finlândia

No dia 02 de Julho, a exatos dois dias atrás, o Slipknot fez o 6º show desde o retorno da banda, desta vez o Knot tocou na Finlândia.

Nesse show foram tocadas (SIC), Eyeless, Wait And Bleed, The Blister Exists, Liberate, Before I Forget, Pulse Of The Maggots, Purity, Left Behind, Disasterpiece, Psychosocial, The Heretic Anthem, Duality, Only One, Spit It Out, 515, People=Shit e Surfacing.
Ao todo o Knot tocou 18 músicas, sendo 2 desconhecidas.


Para terminar o post com estilo, confere abaixo algumas fotos do Sonisphere Finlândia:

STAY (SIC) SLIPKNOT!

Teria Joey pego a mania de subir em Clown?

Joey Jordison sempre foi insano, um cara muito irado, isso não é novidade pra ninguém, mas ultimamente acho que ele não tem tomado o seu Gardenal, pois percebi que desde a volta do Slipknot em 17 de Junho, na Alemanha, o Joey tem aparecido em fotos nas quais sobre nos ombros de Clown, e então eu me pergunto: teria se tornado isso, uma mania?

Sinceramente, não sei... a única da qual tenho 100% de certeza é de que é foda ver o rei da batera nos ombros do Shawn, fazendo sinais obscenos, mas ainda mais que isso, é ver seus gambitos, suas canelas finas. Mas mesmo assim continua sendo fodão.

Para os poucos seres humanos que ainda não viram tais cenas, aqui vão algumas para que vocês deliciem-se com os gambitos 'sedutores' de Joey Jordison:




Essa foto é de álbuns antigos, e não
do Sonisphere.

Máscara do Corey: modificada?

Com o retorno colossal do Slipknot, eu tenho estado atento ao shows que a banda tem feito ao redor do mundo, no Sonisphere Festival que já passou por diversos países como Alemanha e Bélgica, por exemplo. E é através de fotos e vídeos divulgados pela internet que eu tenho me mantido informado sobre os últimos acontecimentos do Knot, porém com tanta informação eu reparei uma coisa: que a máscara do Corey, do All Hope Is Gone está diferente, com umas manchas amarelas contornadas de preto e com isso eu me pergunto: teria, a máscara de Corey, sido modificada para um álbum posterior da banda?

É que é uma pergunta meio instável para se responder, pois a máscara dele geralmente está com alguma sujeira, as vezes preta, as vezes com outras colorações, mas no caso dessas manchas amarelas, acho que pela nitidez e definição clara, é realmente um detalhe a mais na máscara mais foda do Corey até o momento.

Para uma maior compreensão, observem na foto abaixo a coloração amarelada:


Observem os traços bem definidos, que com certeza não eram sujeira alguma e não estavam ali por acaso, porém ainda não posso concluir se as tais manchas são temporárias, apenas para dar um toque a mais no retorno da banda, ou se são manchas permanentes, uma modificação realmente notável para a máscara. Mas caso seja, curtiram? Eu particularmente achei bacana, deu uma realçada na máscara do Corey sim, ficou bem legal, na minha opinião.

Mas e vocês Maggots, o quê curtiram sobre as manchas? Aprovaram ou não? Pra vocês ficou bacana? Comentem.