Maggots Motherfuckers ↓

Translate/Tradutor

Visualizações do blog:

29 de jun de 2011

Musicando: Liberate

1º: "Back off of the shit   (Se afaste da merda)
Stand off or I'll spit   (Se levante ou eu cuspirei)
So soft, you forget   (Tão macio, você esqueçe)
(Your garbage in is garbage out)   (Seu lixo está fora do lixo)
You don't give a shit   (Você não dá a mínima)
I won't play the fit   (Eu não fingirei ser conveniente)
Get off, get on this   (Desça, suba nisso)
(Your garbage in is garbage out)  (Seu lixo está fora do lixo)
Liberate my madness!   (Libere a minha loucura!)
Fraud!  (Fraude!)
Saved, you're such a slave, I don't expect a name   (Salvo, você é um belo escravo, eu não espero um nome)
You don't care, I wasn't witness   (Você não se preocupa, eu não era testemunha)
I can't be a part of a system such as this   (Eu não posso ser parte de um sistema como esse)
Hard eyes, glow right, in my darkness again   (Preocupação ardendo, na minha escuridão novamente)
With the sickness, renegade sisters, blisters   (Com a doença, irmãs renegadas, bolhas)
Salivate, litigate, liberate, madness, sadness   (Salive, litígue, libere, loucura, tristeza)
Fuck this, how long have I had this?   (Foda-se isso, quanto tempo eu tive isso?)
I don't need this outta my business   (Eu não preciso disso foram do meu negócio)
Insert, engage, betray, my God!   (Insira, empenhe-se, traia, meu Deus!)
Fraud!  (Fraude!)
Liberate, my madness  (Libere minha loucura)
Liberate, my madness I just want to   (Libere minha loucura, eu só quero)
Liberate, my madness  (Libere minha loucura)
Liberate, my madness"  (Libere minha loucura)
Ah! 6x

LIBERATE, MY MADNESS, MOTHERFUCKERS!

Musicando: The Shape

1º: "Separate (I've lost my only way) 3x   (Separar - Eu perdi meu único caminho)
See the shape (Broken and thrown away)"   (Veja a forma - Quebrada e arremessada)

2º: "I don't wanna do this anymore   (Eu não quero mais fazer isso)
Everything's shit - everything's been taken   (Tudo é uma merda - Tudo foi tomado)
Forsaken - gotta start it over cuz I'm hearing it   (Abandonado - Tem que começar de novo porque eu estou ouvindo)
Backwards - Don't make sense - Don't feel better   (Para trás - Não faz sentido - Não se sinta melhor)
Who's better? It's not that simple   (Quem é melhor? Não é tão simples)
You gotta figure it out before you make things difficult   (Você precisa compreender antes que você torne as coisas dificeis)
It's not a word, it's a problem, the problem was easy"   (Não é uma palavra, era um problema, o problema era simples).

Slipknot: Sonisphere Bélgica

É, pareçe que o Slipknot veio para ficar, pois no dia 26 de Junho, a nossa eterna e fenomenal banda tocou na Bélgica, o que me enche ainda mais de esperanças sobre a permanência do Knot nos palcos e a continuação da banda.

Nesse show, o set-list foi o seguinte: 742617000027, (Sic), Eyeless, Wait And Bleed, The Blister Exists, Liberate, Before I Forget, Pulse Of The Maggots, Purity, Left Behind, Disasterpiece, Psychosocial, The Heretic Anthem, Duality, Spit It Out, People=shit e Surfacing, dando num total de 17 músicas. Um showzaço, francamente.

Após o show na Bélgica, já foram divulgadas fotos e vídeos, então pra terminar a postagem, eu divulgarei algumas.



Slipknot: Sonisphere Rússia

Hoje, dia 29 de Junho de 2009, o Slipknot tocou na arena Olympiisky, que fica na Rússia. No show o Knot tocou músicas como Pulse Of The Maggots, Surfacing, Duality, Psychosocial, Before I Forget, Liberate entre outras, as quais não tive acesso.

Esse show é mais um bom sinal, de quê o Slipknot voltou com força total, ainda em fase de readaptação aos palcos, afinal não é fácil seguir em frente sem um amigo, que era membro da banda, mas com esse show, mais o Sonisphere na Alemanha, mais o na Bélgica e na Itália, tenho a impressão de que a banda voltou a todo vapor e que veio para ficar. Tomara que eu esteja certo.

Para terminar o post eu tinha em mente postar alguns vídeos do show na Rússia, mas como a qualidade desses vídeos, está muito ruim, não postarei nada.
STAY FUCKING SLIPKNOT!

Corey na capa da Kerrang!

Nesse mês de Junho, o nosso Corey Todd Taylor está capa da conceituada revista metaleira dos E.U.A, a Kerrang! e nela, ele fala o retorno do Slipknot aos palcos, após a morte de Paul. Com certeza a revista está bombando este mês, e estou procurando algum site para que eu possa baixar a entrevista do Corey. Se eu encontrar, divulgo o link aqui.


Enquanto isso, curte a capa da Kerrang!, com o nosso grande Corey Taylor nela:

"Slipknot toca Restart": QUE PUTA SACANAGEM!

No perfil do Slipknot Communities, encontrei um link, postado por ele com muita revolta, onde algum puto viado arrombado, que não tem o que fazer, fez uma montagem onde foi posto um vídeo de um show do Knot e no fundo, colocada a "música" Recomeçar do Gaystart, e esse filho da puta ainda teve a cara de pau de postar isso no Youtube.

Isso me deixou puto da cara, fiquei indignado com essa merda! Como esses mariquinhas tem coragem de comparar o Slipknot com o Gaystart? Não tem nem o quê dizer, nem o quê fazer, é incomparável. O Knot é 1000 vezes superior a essa merda de Gaystart que ousam chamar de banda. Já fiz postagens desse tipo antes, mas alguns Maggots disseram que seria melhor ignorar porquê essas coisas sempre vão ter, mas não dá! Simplesmente não dá pra ignorar uma putaria dessas, não dá mesmo!

NA REAL, VÃO TUDO SE FUDER! BANDO DE VIADO ARROMBADO! NÃO TEM O QUE FAZER E FICAM INVEJANDO O SLIPKNOT! NENHUMA BANDA NO MUNDO CHEGA AOS PÉS DO KNOT, ENTENDERAM? E QUE SE FODAM OS CRÍTICOS!


Agora, para terminar, o vídeo dessa puta sacanagem, vídeo que para os Maggots de verdade vai servir para despertar a ira, como aconteçeu comigo:

video

26 de jun de 2011

Sonisphere Festival: #4 e #6

No dia 17 de Julho, o Slipknot fez o tão esperado retonro, que foi triunfal e cheio de surpresas: Jim Root cortou o cabelo, a banda estava vestida com os antigos macacões vermelhos, os caras do Knot trocaram de máscara ao longo do show, o uniforme e a máscara de Paul estavam pendurados no palco, além de outras coisitas mais.

Porém, no site oficial do Sonisphere, foi divulgada uma foto do Jim e o Shawn logo após o show, sem as máscaras, sentados um ao lado do outro, olhando para o quê pareçe ser uma câmera antiga ou algo assim. Enfim... não há muito o que se dizer, seria encheção de linguiça e como não gosto disso, vejam logo a foto desses dois gênios do Knot, após o mega show da banda no Sonisphere Festival:

Sid Wilson saltando no Sonisphere e em Collumbiahalle, na Alemanha

Entre as intermináveis horas que fico na internet, por acaso, acabei encontrando dois vídeos muito curiosos sobre o cara mais insano do Slipknot, Sid Wilson.
Como o próprio histórico já diz, Sid é o mais "fora da casinha" do Knot, e nos shows é conhecido por ser o mais louco, correndo pelo palco, pulando sobre seu próprio equipamento, além de pular no público. E foi justamente isso que Sid fez: pulou no publico.

O dj do Slip realizou tal proeza no Sonisphere Festival e na Alemanha, no 1º show da nova turnê da banda. Particularmente, acho isso uma doidera, tem que ter coragem e muita insanidade na cabeça, coisa que ele tem de sobra.

Pra terminar o post, sem enrolação, confere os vídeos dessa maluquisse aí embaixo:

Sonisphere Festival:
video


Columbiahalle, Alemanha:
video

23 de jun de 2011

O que seria de nossas vidas sem o Slipknot?

Com tanto vício, tanto amor, tanta loucura pelo Slipknot, essa banda já está nas minhas entranhas. Já ficou calcificada no meu cérebro, admito. Essa banda tão fantástica já faz parte da minha vida, já se fixou em mim e, é uma coisa que não posso abandonar. E mesmo que pudesse, não abandonaria por nada nesse mundo. O som do Knot é único. Porém, com toda essa extrema convivência e fixação pelas músicas do Slipknot, me surge uma inevitável pergunta: "Como seria a minha vida sem o Slipknot?" e eu sinceramente não sei. Não consigo me imaginar sem o Slip, sem o som desses caras fodas, sem aqueles riffs, os solos e toda a insanidade que essa banda possui.

Não consigo mesmo, em hipótese alguma, me imaginar sem isso na minha vida. Seria como viver num mundo onde não houvesse Sol, ou então num deserto onde não houvesse água. Seria uma situação insustentável e super difícil de lidar. Tão dificil, que eu não consigo imaginar a mim mesmo em tal situação.

Só não entendo como caras que nem sabem que eu existo, conseguem fazer tanta diferença na minha vida. Nove caras, que formaram uma banda fantástica, mas tão fantástica, que afetou o mundo, que mudou a forma como muita gente vê a sociedade e os sentimentos expressos que estão nela. É algo absolutamente incrível e surreal.
É algo tão fora do comum, que ultrapassa os limites da compreensão humana. Nove homens nascidos para marcar a Humanidade, ultrapassando o limite do caos, tendo em mãos apenas a loucura, adrenalina, intensidade e guerra, às quais lhe foram dadas por Deus.
Nove "seres humanos" sorrindo com uma marca de insanidade em seus rostos, e perversão nos olhos, tentando incansavelmente, alcançar a única coisa que está fora de seus alcançes: a imortalidade! E os fracos, que não suportam isso, tem como única saída gritar para 'tentar' salvar as suas vidinhas de merda.

A verdade é que o Slipknot é a melhor banda do mundo. É única banda que me satisfaz completamente no sentido musical, e também é a única que tem o dom de entender e absorver os sentimentos mais sórdidos e sombrios do ser humano, e convertê-los em musicas espetacularmente viciantes. Tudo isso, feito à sangue frio, sem medo de ninguém nem de nada. É algo supremo, que apenas os Maggots entendem. Que apenas os maníacos pelo Knot são capazes de entender. E que o mundo, não compreende.

O Slipknot é tudo aquilo que o a sociedade teme, tem medo, e que o mundo despreza. Mas que nós, Maggots, idolatramos e louvamos com orgulho e honra a cada dia, ouvindo as músicas mais fantásticas e bem feitas do mundo. As músicas do Slipknot.

Como o próprio Shawn Crahan disse, "nós somos a trilha sonora do fim do mundo".

Joey Jordison teria tingido o cabelo de loiro?

Eu sei que o nosso Lord da batera, Joey Jordison, tem o cabelo preto, um belissímo cabelo escuro, digno de um baterista de verdade. Afinal o quê é um batera sem o movimento supersônico de suas madeixas?

Porém, remexendo entre as 7.549 do Slipknot que eu possuo no meu pendrive, percebi que em algumas fotos, o cabelo do Joey está com uma tonalidade mais clara que o normal, meio loiro e eu, naturalmente, estranhei isso. Porém, como eu já disse anteriormente, sei que o "Pequeno Notável" tem o cabelo preto como sua cor natural, mas com as fotos acima fiquei em dúvida se durante algum álbum do Slipknot, o nosso gigante da batera tingiu suas madeixas, ou descoloriu.

Não sou nenhum perito em tingimento capilar, então não sei se o cabelo dele ficou mais claro devido a iluminação do show, ou se o Joey realmente fez algum tipo de pintura ou descolorização no cabelo. É só a minha opinião, mas acho que a iluminação não bastaria a ponto de deixar o cabelo dele como está nas fotos lá de cima.

Só a minha idéia. Mas e vocês Maggots, o quê acham a respeito disso?
Comentem.

STAY (SIC!)


Slipknot: Sonisphere Alemanha

Ontem, dia 21 de Junho, o Slipknot se apresentou na cidade de Columbiahalle, na Alemanha, no que foi o 1º sohw da banda nessa nova turnê. O show foi marcado às pressas, depois que o Knot cancelou as apresentações no Sonisphere Bulgária, por motivos ainda desconhecidos.

Por seu um show onde a única banda a tocar é o Slipknot, o set-list foi maior, com algumas músicas incluídas, como por exemplo Left Behind, Only One (música que praticamente nunca foi tocada ao vivo), (515) e Purity.
Pra mim, esse show na Alemanha foi mais um sinal de quê o Slipknot, lentamente, está voltando aos palcos, e mesmo que seja com um certo grau de desanimo, está dando sinais de vida.

Apenas para finalizar o post, confiram abaixo o vídeo de Only One:
video

20 de jun de 2011

Slipknot, uma banda influente de verdade


Os leitores da conceituada revista americana Kerrang!, elegeram em uma votação as 10 banda smais influentes dos últimos 30 anos. E adivinhem? Adivinhem quem estava na lista? 
O nosso eterno Slipknot, é claro!

E estava lá, pois fez por mereçer, pois é uma banda foda pra caralho!
A lista dos eleitos, é a seguinte:

1. Metallica
2. Green Day
3. Iron Maiden
4. Slipknot
5. My Chemical Romance
6. Linkin Park
7. Bullet For My Valentine
8. Blink 182
9. Ozzy Osbourne
10. Foo Fighters

Acho que o Slipknot ficou em uma boa posição sim, fiquei satisfeito com a sua colocação. E que o Iron, o Metallica e o Green Day são bandas que realmente influenciam o mundo, mas porra, de quê diabo tiraram que My Chemical Romance e Blink 182 são bandas influentes? Discordo totalmente, achei uma merda essas duas bandinhas cú terem ficado nessa lista.

Blink 182 é bandinha de adolescente depressivos, problemáticos e revoltados, que um dia juntam os amigos e resolvem fazer uma "banda". Aí começam a tocar na garagem de casa, e por acidente começam a fazer sucesso. E My Chemical Romance é a mesma coisa, a única diferença é que os "caras" do MCR descobriram que são gays. E os do Blink ainda não. E ainda tem gente por ai que tem coragem de dizer que o baterista do Blink, Travis Barker, toca melhor que o Joey! O bateristasinho do Blink, nunca, jamais chegou aos pés de Joey Jordison, o mais perto que ele vai chegar vai ser a sola do tênis do Joey, banda de viado filho da puta!
VAI TOMA NO CÚ, FILHO DA PUTA!  QUE MERDA É ESSA?!

STAY (SIC!) SLIPKNOT!
GET OUT BLINK E MY CHEMICAL ROMANCE!

Corey Taylor em clima natalino

Eu sei que o Natal passou faz alguns meses, mas eu só vi agora o vídeo em que Corey canta uma canção natalina, e interpreta o Papai Noel. O vídeo é hilário, composto por montagens nas quais o rosto de Corey é colocado de que modo, que o faz pareçer ser o bom velhinho.

Dei muitas risadas com o vídeo, que na minha opinião foi muito bem bolado e feito.
É como se de repente, o nosso fodástico Corey Taylor tivesse entrado pra dentro de um desenho infantil, então no começo a gente estranha mesmo. Mas ficou hilário.
Porém, presumo que a maioria de vocês já deve ter visto isto, até pelo tempo que o vídeo vem rolando pela internet, mas postarei assim mesmo, mesmo sem ter muita coisa pra falar a respeito dessa besteira. Mas besteira, que eu admito, ficou muito boa. Agora pra terminar, relaxa e curte aí:

video

O Sid participa mais de qual música?


Como todos nós sabemos, Sid Wilson é o dj do Slipknot. É o cara que dá um "up" nas músicas, com seus discos, seus efeitos e suas loucuras sob seu próprio equipamento.
Porém, como função de dj, as vezes ele não apareçe muito nas músicas, mas há algumas exceções a serem consideradas, como por exemplo Eyeless, Surfacing, Metabolic, Purity, (sic!), Spit It Out, Sulfur, The Shape, Til We Die e Vermilion.

Mas, com tais exceções, posso chegar indicar uma música onde, claramente, Sid Wilson apareçe mais, mas não apareçer ele, e sim o trabalho dele nas músicas. Não interpretem mal a questão, por favor. No entanto, como grande e fiel Maggot que sou (modesta parte), posso facilmente concluir que a função de Sid é mais percebida em Eyeless e Surfacing, porém não posso escolher uma das duas como a "mais", pois para mim, o trabalho dele tem a mesma igualdade em ambas as músicas. Isso é o quê eu acho, o quê eu penso.

Mas e vocês, Maggots? O que pensam a respeito disso? Comentem.
Novas idéias são sempre bem vindas.

Corey fazendo tatuagem em homenagem à Paul Gray

A mais de 1 ano atrás, Paul Gray se foi. Morreu, e partiu para um lugar melhor.  Com tamanho impacto, Corey decidiu fazer uma homenagem à Paul Gray dias antes do aniversário de sua morte: uma tatuagem. Corey participou de um episódio do programa Ny Ink, no qual famosos e anônimos vão a um estúdio e fazem tatuagens, narrando suas histórias e seus porquês.
Corey passou pelo mesmo processo.

Enquanto a tatuagem era feita, Corey começou a se emocionar, as emoções vieram à tona e ele chorou, devido à extrema falta que Paul fazia pra ele, o que com certeza, acabou tornando o vídeo bem emocionante, pois ele foi contando a relação forte que tinha com Paul e a falta que ele fazia no seu dia a dia. Enfim, vale a pena ver, pois é um vídeo, que sem dúvida nenhuma, emociona pois mostra o amor verdadeiro que Corey tinha por Paul, e expõe um Corey que foi visto poucas vezes: um Corey sentimental, sensível e chorão.

Para terminar, confiram abaixo o vídeo completo da participação de Corey Taylor em Ny Ink:
video

Porquê as melhores postagens ninguém comenta?

O Slipknot fez seu retorno triunfal dia 17 de Junho, e eu fiz uma grande postagem, super completa como com o set-list e fatos do show, alguns detalhes do show também.
Dia 24 de Maio de 2011, completou 1 ano da morte de Paul Gray e eu também fiz uma postagem super bacana, show de bola com bastante informação sobre o papel dele na banda, além da sua vida pessoal e a exposição as minhas idéias sobre o Paul, em geral.

Porém, com tais postagens super bem feitas, eu esperava uma enxurrada de comentários, mas até agora nenhum comentário foi postado, o que, eu admito, que me deixou bem desapontado. Agora, eu pergunto a vocês, que visitam o blog e leêm os meus posts: porquê vocês não comentam as melhor e mais completas postagens?
No entanto, se eu posto uma foto qualquer do Slipknot e escrevo um pouquinho, surgem 5, 10 comentários, então não entendo o que aconteçe.

Não estou revoltado, apenas curioso para saber o quê se passa, para que eu possa tomar uma posição, e posteriormente ter algum tipo de reação para conseguir afzer com que vocês Maggots comentem os posts mais bacanas do 'Domínio Maggot'.
STAY COMMENTS!

18 de jun de 2011

O retorno do Slipknot no Sonisphere 2011!

Ontem, dia 17 de Junho de 2011 fui pego de surpresa pela bombástica notícia de que o Slipknot havia voltado, ou seja: que pelo menos por enquanto, a banda não havia acabado! O retorno do nosso eterno Knot ocorreu no Sonisphere Festival 2011, um festival que aconteçe anualmente pela Europa com um 'mix' de diferentes bandas.

Esse foi o 1º show do Slip após a morte de Paul, e com certeza a banda voltou com força total, pois tocaram músicas que raramente eram tocadas nos shows como Liberate e Surfacing, além do fato deles terem trocado de máscara ao longo do show. No início do Sonisphere a banda toda estava com as máscaras do All Hope Is Gone, porém após a metade da apresentação os caras do Slipknot fizeram algo surpreendente e inesperado por todos: voltaram às antigas, vestindo os antigos macacões vermelhos e as máscaras dos primeiros álbuns, o que foi com certeza, um elemento surpresa para todos.

O set-list do show foi formado por (Sic!), Eyeless, Wait And Bleed, The Blister Exists, Liberate, Before I Forget, Pulse Of The Maggots, Disasterpiece, Psychosocial, The Heretic Anthem, Duality, Spit It Out, People=Shit e Surfacing. Na minha opinião as músicas tocadas no show foram muito bem selecionadas, pois expressam toda a fúria e caos do Slipknot como se fosse uma reação à morte de Paul, uma retomada ao que a banda era antes da fatalidade ocorrida com o baixista.

Donnie Steele, o antigo guitarrista e atual baixista do Slip reestreiou ontem, porém ficou atrás do palco, não sendo visto, porém mesmo assim os membros do Knot ainda fizeram uma homenagem a Paul, colocando uma grande bandeira atrás do palco com o número 2 estampado, o número de Paul. Além disso, o uniforme e a máscara de Gray foram pendurados no palco, um ato, que na minha opinião, foi muito digno tendo em mente o papel que o Paul teve no Slipknot.

Pelos postagens e tópicos que vi na comunidade oficial do Knot e nos vídeos postados no Youtube, pude perceber que o show deles ontem foi bem enérgico e caótico, lógico, sem esqueçer as músicas que foram tocadas e os tributos prestados pelo Slipknot à Paul Gray. No show, o mundo também pode perceber que o guitarrista, Jim Root cortou seu cabelo, que agora está curto.

Mas enfim... adorei a volta do Slip e acredito que finalmente a banda stá começando a voltar ao normal, vontando ao que sempre foi. E sinceramente, estou muito entusiasmado com esse retorno, me encheu de esperanças sobre o ainda, incerto futuro da banda. Só para finalizar, os vídeos de Disasterpiece, Psychosocial e Surfacing no show de ontem:

Disasterpiece:
video


Psychosocial:
video


Surfacing:
video

STAY (SIC!) SLIPKNOT! STAY FOREVER, MOTHERFUCKERS!
STAY MAGGOTS! STAY EVERYONE!

17 de jun de 2011

Melhor música do Knot: cheguei a uma conclusão!

Como vocês devem se lembrar, a um tempo atrás fiz uma postagem sobre qual seria a melhor música do Slipknot, porém naquela época eu ainda não havia chegado a uma conclusão, pelo menos não concreta. Mas, como dizem que o tempo é o melhor remédio, resolvi experimentar a para a minha surpresa surtiu efeito!

Depois de ouvir praticamente todas as músicas do Knot várias e várias vezes, e com um longo e dificil processo de seleção musical realizado somente dentro da minha mente, eu cheguei à conclusão de que a minha música preferida do Slipknot, é "Gematria (The Killing Name)" e por duas simples razões: 1º, porquê é uma música que eu nunca canso de ouvir, e 2º pois é a música que mais me deixa louco e que eu consigo extravasar melhor. Simples assim. Além disso, é uma música com a qual eu me identifico muito com a letra, mesmo que a letra não faça nenhum sentido pra maioria das pessoas... além disso, é uma música que eu sei cantar várias partes, e sei lá, curto pra caralho os solos, os pedais duplos, a voz do Corey e a velocidade com que ele canta. Muito foda "Gematria"!

Mas enfim, essa é a minha resposta final... mas será que por fim, alguém aqui tem a mesma linha de pensamento que eu? Comentem, talvez eu encontre alguém assim.
STAY GEMATRIA!

Curso do blogueiro

Saindo um pouco do foco, que por aqui, naturalmente é o Slipknot, eu gostaria de divulgar e compartilhar com vocês, caros Maggots, um vídeo que eu mesmo gravei no meu curso, durante o período da tarde.

Como todo adolescente, eu viajo, e lógicamente meus colegas também viajam e fazem coisas estúpidas e sem sentido, e foi justamente isso o que eu acabei gravando (e incentivando). No vídeo não há nada demais, apenas um besta gravando (no caso eu) e outros, três mais bestas ainda, se empurrando, uma burrice só. Porém, no final do vídeo há uma cena bem engraçada e inesperada, que digo que não é um susto, certo?

Enfim, vejam o tal vídeo:
video

No vídeo apareçem Francesca, Luan e Henrique Hefler. Eu fico atrás da câmera.

14 de jun de 2011

Slipknot influenciaria as nossas vidas?

Com tanta música, tanto Slipknot na minha cabeça e nas minhas entranhas, fica dificil acreditar que essa banda incrível não faça diferença na nossa vida, ou ao menos influencie de certa forma.

É Knot de manhã, Knot de tarde e Knot de noite, literalmente. Acordo e durmo ouvindo Slip, então acho que essa coisa já se fixou em mim e me mudou, me fez ver o mundo de outra forma com base nas letras, na forma que os caras que Slip pensam, a forma insana como eles encaram a vida e os problemas, por exemplo. Hoje em dia eu vejo a morte, ou seja, o fim da vida de outra forma e até interpreto os meus sentimentos e minahs emoções de uma maneira diferente. Não sei explicar muito bem, mas é uma loucura. O Slipknot meio que me deixa no piloto automático e faço as coisas como conforme as "regars da vida" são ditadas nas letras das músicas.

Ajo, penso, falo de uma maneira que eu considero uma virtude minha, mas virtude que adquiri depois de um certo tempo ouvindo Slip, e talvez seja por isso que ficar 1 dia sem ouvir Slipknot é uma tortura. Mas e vocês Maggots, sentem que o Slipknot invadiu as suas vidas? Comentem.

5 de jun de 2011

Slipknot é foda demais, PORRA!



Agora, nesse exato instante estou ouvindo 'Gematria (The Killing Name)', mas antes ouvi 'The Shape', 'Sulfur', 'My Plague' e com todos os elementos agresivos dessas músicas como a voz destruidora do Corey, o pedal caótico do Joey, os solos e as bases de Mick e Jim, eu chego cada vez mais à conclusão de que o Slipknot é foda demais!


Com certeza a melhor banda do mundo, como o próprio Corey disse no vídeo do Rock In Rio 2011. Não entendo como o motherfucker do Corey Taylor consegue ter uma voz assim, pois se você for perceber, quando ele fala ele tem uma voz normal, super melódica e bacana de ouvir, mas agora, nas músicas do capeta tipo Gematria (que estou ouvindo agora) ele tem uma voz totalmente diferente, que tenho até dúvidas se se é gutural mesmo, pois pra mim pareçe algo muito superior ao tradicional gutural.

Mas sei lá, recentemente ganhei um celular novo e coloquei todas as músicas do Knot nele, então aonde eu vou eu tô escutando essa banda fodástico, e com tais fatos, admito que estou mais viciado em Slipknot do que nunca. PORRA! É FODA DEMAIS! EU AMO ESSA BANDA!

Um grande STAY (SIC!) para os motherfuckers que visitam o blog e que estão sempre curtindo o nosso bom e velho Slipknot!